A medicina do trabalho vem sendo desenvolvida em todo o planeta. No Brasil, a legislação prevê que qualquer empregador realize uma série de avaliações periódicas em seus funcionários, desde que observados o momento e o cargo ocupado. Por isso, entender a importância do exame toxicológico para motorista de empresas é essencial.

Essa análise médica é indispensável para promover a saúde e o bem-estar dos colaboradores e pode não apenas identificar patologias, mas também contribuir para a prevenção de falhas e acidentes durante o serviço.

Confira o conteúdo a seguir e aprenda um pouco mais sobre o tema!

O que é o exame toxicológico e quem deve realizá-lo?

Conduzir o exame toxicológico em seus motoristas é uma das obrigações legais da empresa contratante. Isso está expressamente previsto em nossa legislação, sendo de responsabilidade de quem contrata a solicitação e o custeamento de toda a realização da análise, desde a consulta com o médico examinador até a coleta do material e a obtenção dos resultados.

A legislação já previa isso durante a renovação da habilitação nas categorias C, D e E. No entanto, o Ministério do Trabalho, por meio da portaria no 116 de 13 de novembro de 2015, passou a demandar que as transportadoras submetessem seus condutores à realização do exame toxicológico nos momentos de recrutamento e demissão.

É muito importante que as organizações e empreendimentos levem essa regra a sério. Além de ajudar a preservar a saúde dos seus colaboradores, seguir a lei que orienta a pesquisa da presença de substâncias ilícitas — maconha, cocaína, crack, sintéticos e outras drogas — também evita a aplicação de multas e penalizações.

Quando deve ser feito o exame toxicológico para motoristas?

De acordo com a legislação vigente e as determinações do Ministério do Trabalho, o exame toxicológico para motoristas profissionais deve ser realizado pelo menos uma vez a cada dois anos e meio, podendo ser aproveitado para esse fim o exame obrigatório do Código de Trânsito Brasileiro, desde que feito nos 60 dias anteriores.

O exame toxicológico faz parte do processo admissional de um condutor ou ainda por ocasião do seu desligamento. O funcionário tem assegurado o seu direito à contraprova nos casos de resultados positivos, bem como à confidencialidade.

A recusa em participar do teste é uma infração disciplinar, passível de penalização nos termos da lei.

Como se preparar para realizar esse exame?

Muitos funcionários e até mesmo empregadores se perguntam como é a preparação para o exame toxicológico para motoristas. No entanto, não existe nada que o indivíduo deva fazer antes desse teste. Ele é feito a partir de amostras de fios de cabelo, pelos ou unhas, em um processo de coleta completamente indolor.

Depois que esses materiais são coletados, eles são enviados para um laboratório que faz a análise e verifica a presença ou não das substâncias ilícitas, a fim de indicar os diagnósticos positivos ou negativos para cada uma delas. Também é possível aferir o consumo de drogas em níveis, variando desde o levíssimo até o gravíssimo.

Vale ressaltar que nesse tipo de exame não é analisada a presença de bebidas alcoólicas, anabolizantes ou outras substâncias semelhantes. O foco é na detecção de princípios ativos ilegais e que sejam comprometedores da concentração na direção.

Quais os benefícios da realização do exame toxicológico?

Esse acompanhamento é muito importante para garantir a saúde dos funcionários e o sucesso de qualquer organização. Continue conosco e descubra por quê!

Ajuda a padronizar os processos

Um dos benefícios da realização do exame toxicológico é que ele permite que a administração de uma empresa tenha mais condições de padronizar os seus processos, permitindo um melhor desempenho e mais segurança. Com essa avaliação, o médico identifica os profissionais que estão aptos a agregar valor ao negócio.

Da mesma maneira, os testes mostram aqueles que não estão qualificados, ao menos momentaneamente, para exercer a função. Afinal, os condutores devem estar em perfeitas condições mentais e físicas para cumprirem o seu ofício sem colocar em risco a si próprios, a terceiros ou tampouco abalar a credibilidade da empresa.

O exame é uma garantia de não admitir motoristas que façam uso de substâncias entorpecentes, o que, por si só, já representaria um grande risco para a reputação de qualquer organização. No momento de desligamento, essa avaliação ajuda a certificar que nenhuma das partes envolvidas foi prejudicada.

Eleva o comprometimento dos funcionários

Manter o engajamento dos funcionários é um dos maiores desafios de empresas que atuam em todos os segmentos do mercado. No entanto, isso é primordial, visto que profissionais engajados são os que mais contribuem para o bom andamento dos processos internos e pelo cumprimento das normas do negócio.

Assim, a realização do exame toxicológico nos motoristas acaba sendo um imenso incentivo para que esses colaboradores se comprometam a não utilizar substâncias entorpecentes, que seriam prejudiciais para eles mesmos e também para a credibilidade da companhia.

Vale relembrar que uma recusa do contratado em se submeter a essa avaliação é considerada uma infração disciplinar, o que reforça a obrigatoriedade, inclusive em consonância com a nossa legislação, da realização do teste. A recusa ajuda a identificar os membros da equipe que não estão tão comprometidos assim com o sucesso.

Contribui para a saúde dos colaboradores

Qualquer avaliação médica esporádica ajuda a identificar problemas de saúde e, consequentemente, evita que um funcionário possa desenvolver distúrbios mais sérios. O mesmo princípio vale para o exame toxicológico, que contribui não apenas para identificar o uso de substâncias ilícitas, mas também para tratar um eventual vício.

Fazer isso de maneira precoce ajuda a melhorar as condições gerais e a qualidade de vida daquele colaborador, deixando-o física e psicologicamente saudável, de forma que ele também possa prestar melhores serviços. Além disso, caso o funcionário esteja inapto para exercer suas funções, a gerência deve estar atenta a essa questão.

Pronto! Agora você conhece as informações mais relevantes sobre o exame toxicológico para motorista de empresas. Acompanhe de perto seus colaboradores e garanta mais segurança e tranquilidade para o seu empreendimento.

Este conteúdo foi útil para você? Então assine a nossa newsletter e receba nossas novidades diretamente em seu e-mail!